A obra está terminada, desde há três anos, entretanto no dia da abertura, é ainda uma incógnita. O atraso pela abertura, que acompanhou durante anos qualquer alusão ao novo hospital, foi unido nos últimos tempos, o rechaço frontal do pessoal de saúde, que em todas as suas escalas pronunciou-se em massa contra.

A Secretaria diz que não haverá cortes de modelos; o pessoal teme que sim. Daí a rejeição, se bem que as críticas vão além: duvidam de que o novo hospital, que dará cobertura a um milhão de pessoas, ofereça um melhor serviço à população.

O Concierge se defende: nenhum dos atuais hospitais desaparece; apenas, o São João de Deus, baixo e velho. Mas é um evento que todos eles verão muito diminuídos suas funções, serviços e dimensões. Nem a Diretoria aceita tudo que o novo hospital fosse projetado como ‘o novo Clínico’. Na costumada gíria regional, o plano foi de fato batizado como Novo Dispositivo de Saúde da Zona Sul de Granada. E se apela ao “agradável senso”: em primeiro território, que a cidade cresceu nas últimas décadas na zona sul, que hoje é a área metropolitana, durante o tempo que todos os hospitais existentes se encontram ao norte.

  • Um juiz anula por abusiva a cláusula que impedia a dação em pagamento
  • quinze de fevereiro: Instalação da décima nona Assembléia Ordinária do Estado.[5]
  • 1945: Bette Midler, comediante e atriz norte-americana
  • Sep.2010 | 11:08
  • 2 Infra-infraestrutura 2.1 Abastecimento 2.1.Um Barragens

Em segundo lugar, o novo hospital triplica a extensão do Clínico. Lógico é -dizem – que lhe dê mais operatividade a esta infra-estruturas de saúde numa cidade de 300.000 habitantes. Súmenle outros tantos nos povos do cinto e redondeen até um milhão de usuários com o ligeiro desenvolvimento do sul turístico da província e de sua população residencial e de férias.

A abertura, porém, não tem data, a despeito de o ambiente de Concierge a consideram “imparável”. Com quatro anos de atraso a respeito do primeiramente previsto. Paradoxalmente, os prazos de construção se cumpriram. Mas os efeitos da decadência bater de cheio no investimento de equipamentos, atualização e manutenção pra uma obra civil, cuja complexidade influencia assim como o sistema de concurso.

Em suma, para um momento de oito anos, são sessenta e sete milhões de 247 investidos sobre isto os que a Fazenda tem que indicar como são computadas no défice público. Aqui surgiu semanas atrás, outro dos ‘rifirrafes’ que acompanham o projeto.

A Subdelegação do Governo garante que, em 2012, o Governo autorizou os procedimentos de objeto segundo a fórmula público-privada. A Secretaria, entretanto, aponta que no ano citado, o Governo não considerou o instante oportuno para requisitar a autorização, que requer a Intervenção do Estado.